sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Saudades!!!!

Saudades de Paris,
mas agora pensando em um posdoc, quem sabe?

Para vc que jamais viu este blog, veja as postagens antigas; são um guia e diário de Paris, para visitantes ou novos habitantes,
Divirta-se...

domingo, 27 de julho de 2008

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Pros que não acreditaram...


1 dia antes de viajar pra França fomos jantar fora com meus pais e meu irmão (foto) e olha quem a gente encontrou no restaurante!!

Só agora meu irmão me enviou a foto.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Acabou...




Enfim, o último dia na Europa, 12 de janeiro de 2008:

Tati acordou, já tinha combinado com a moça do hotel de ser levada por uma van até o aeroporto, bem mais barata que os táxis.

Antes de partir comeu na confeitaria perto do hotel que a encantou, dessa vez o famoso chocolate quente madrilenho. Além disso deu sua última olhada na cidade (primeira foto).

Já no aeroporto (segunda foto) descobriu que seu vôo estava overbooked. Lhe foi proposto de ficar mais uma noite em Madri + 600 euros e o vôo no dia seguinte. A louca preferia não aceitar a proposta e viajar naquele dia mesmo. Deu sorte (ou azar) pois houve gente que topou e ela foi a penúltima a conseguir lugar no vôo. As saudades falaram mais alto que a curiosidade de conhecer Madri um pouco mais e ganhar uma grana de quebra.

No vôo conversou com três peruas porras-locas belgas que iam pra Itaipu/Niterói - o que diabos iam fazer lá?!
A viagem foi boa, tranquila, mas sobre o Rio teve turbulência. Tanto que quando o avião pousou todos bateram palmas.
Uma vez que o avião pousou em solo brasileiro, o relato de nossa viagem pela Europa se encerra aqui.

p.s.: Tati faz questão de contar que pra sair do aeroporto foi uma fila lenta e enorme e que eu, sua mãe e sua irmã fomos buscá-la no aerporto e ficamos exaustos de tanto esperar. Ela saiu umas duas horas depois do previsto - bem-vinda ao Brasil e à família. Sua vó a recebeu de braços abertos echeia de saudades assim que ela chegou em casa.

domingo, 27 de janeiro de 2008

De entrada....Paella




Recapitulação do dia 11 de janeiro:

Tati sabia que era seu último dia de turismo em Madri e na Europa pois no dia seguinte embarcaria pro Rio. O tempo estava horrível, chovendo.

Falando portunhol se virou pra comer num boteco perto de seu hotel e depois pegou um ônibus até a Plaza de Toros (segunda foto) - a arena onde tem touradas. Cheias de arabescos e azulejos, linda. Era caro entrar, mas valeu a pena vê-la de fora.
A chuva apertou e esfriou um bocado, por isso saiu dali.

Resolveu fazer um passeio de ônibus pela parte moderna da cidade. Achou bonita, é lá onde ficam os ministérios. Tati tirou uma foto da bandeira da Espanha (primeira foto) e um velho ao seu lado ficou muito satisfeito e orgulhoso.

No almoço, é claro - PAELLA! Além da paeja, que lá é entrada (!), comeu um peixe e bebeu um vinho espanhol muito bom. E depois foi no museu Reina Sofia (de arte moderna), perto deste restaurante.
O museu tem um elevador panorâmico bem legal, um jardim interno com obras de Miró e Calder. Passou a tarde inteira lá, onde está, entre outras coisas, a "Guernica", obra-prima de Picasso. Tati achou a parte de Picasso a mais forte realmente. Seus quasdros de mulheres chorando emocionaram a Tati. Mas gostou também de Miró (última foto) e de uns escultores espanhóis menos conhecidos.
É claro que lá também tem porcaria, como acontece em museus de arte moderna.

Saiu do museu de noite, cansada, foi pro hotel descansar, ver tv e fazer as malas. Acabou dormindo.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

A ex-capital da Espanha




Recapitulação do dia 10 de janeiro:

Tati pegou um ônibus de manhã cedo e foi pra Toledo, uma viajem de 1 hora apenas.
Foi pro centro turístico e pegou o mapa da cidade. Toledo era a antiga capital da Espanha e que se preservou quase inteira - é uma cidade medieval da época das guerras entre cristãos e mouros, é uma cidade murada num terreno seco (uma fortaleza - primeira foto), de terra vermelha, árido e com construções de tijolo. Ou seja, é tudo meio avermelhado cor de terra.

A arquitetura oscila entre a moura, a cristã, a judaica e a moçárabe (segunda foto). Marca um período sob dominação árabe de tolerância religiosa - o oposto de Madri, símbolo da intolerância da Inquisição Espanhola.

Tati admirou o famoso palácio Alcazar, o museu de Santa Cruz (onde viu uma exposição de azulejos) e a catedral gótica taxada por Tati de maravilhosa (última foto). Um altar é todo de ouro.
Mas o que Tati mais gostou foi de se deixar surpreender andando pela cidade sem rumo certo e descobrindo suas ruas estreitas, suas casas pitorescas, seus muros, as portas da cidade etc.

Descobriu que a especialidade culinária de Toledo é marzipan. Eles fazem pontos turísticos em miniatura com marzipan. Tati comprou uns pra sua mãe, que adora marzipan.
De noite pegou um ônibus de volta pra Madri cansada pra caramba e foi direto pra cama.

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Dia Latino-Americano - museus de graça




Recapitulação do segundo dia da Tati em Madri - 09/01:

Sabendo da promoção latino-americana (tudo de graça), Tati acordou cedo e foi ao mosteiro das carmelitas de las Descalzas Reales (primeira foto), que só fica aberto aos turistas por 2 horas por dia já que ainda funciona. Lindo. Azulejos e decoração em coral lindíssimos.

Depois, Tati foi direto pro Palácio Real (segunda foto), o visitou inteiro. Destaque para os lustres lindíssimos. Dali foi ao pátio ver a bela vista da cidade.
Cansada, pegou o metrô e foi almoçar no bairro Latina. Almoçou num bar bem parecido com nossos bares simples, quase um botequim. Comeu muito bem, ficou super feliz.

Terminou o dia indo ao famoso Museu do Prado. Adorou Velazquez, não gostou de El Greco e ficou apaixonada por Goya (última foto). Saiu de lá pelas 19:30 hs da noite, viu quase tudo. Passeou à noite mesmo para visitar o bairro, bem agradável.
Terminou o dia comprando uns casaquinhos numa liquidação - sim, as lojas ficam abertas até tarde da noite - e vendo na tv um programa sobre o príncipe Felipe.